Artistas e moradores de áreas próximas aos ataques terroristas em Paris, em 2015, utilizaram-se da arte para remover os resíduos de lembranças dolorosas deste 13 de novembro que culminou com 130 pessoas mortas. A iniciativa foi da artista Diana Kami, que começou a pintar, após um impulso, uma parede ao longo de uma rua frequentemente utilizada como tela para artistas de rua locais. O local é próximo a dois cafés alvos dos ataques, o Le Petit Cambodge e o Le Carillon. A partir daí a comunidade local passou a dedicar-se à ideia de Kami, pedindo autorização da prefeitura para pintar a parede inteira, e outros artistas grafiteiros foram convidados para darem vida às paredes com imagens em resposta aos ataques sofridos.

O resultado da ampla iniciativa comunitária foi o  “Dessine-Moi un Bouquet” (Desenha-me um bouquet), um projeto que busca o encontro com a paz através da arte. A contribuição de   Kami foi a pintura  ‘Uma floresta de árvores, seus galhos estendidos’ (foto do topo).

 

Grafite Radiant Mother

Um transeunte , de Ernesto Novo “Radiant Mother “. Foto: Dmitry Kostyukov

Ernesto Novo pretende, com “Radiant Mother”, dar esperança aos sobreviventes e reparar”o choque e trauma daquela noite.” Ele também procurou enviar uma mensagem de que “somos todas as crianças da França – secular e etnicamente diversa. ”

 

dimitru kostyukov grafiteiro

Echoes of Delacroix, de Jo Di Bona Foto: Dmitry Kostyukov

O auto-intitulado artista “pop graffiti” , Jo Di Bona, sentiu que era importante para ele pintar, mesmo sabendo que seria uma experiência dolorosa. O artista adaptou uma  pintura de Eugène Delacroix “A Liberdade Guiando o Povo” para as paredes de Paris.

 

Confira outros trabalhos:

Mosko grafite

A Selva de Concreto, de Mosko Foto: Dmitry Kostyukov

 

Grafite de Sara Chelou

Felix, Sonic e Betty Boop, de Sara Chelou Foto: Dmitry Kostyukov

 

Grafite de Dako

Não há símbolos, de Dako Foto: Dmitry Kostyukov

 

Grafite de Flo

Seja você, de Flo.

 

Uma linguagem universal, de Fusible.

Uma linguagem universal, de Fusible.

 

Uma ideia de esperança, de BishoPParigo

Uma ideia de esperança, de BishoPParigo

 

‘French Above All Else’ de RESone

‘French Above All Else’ de RESone