Clique aqui para Inscrições

Até o dia 7 de dezembro, estão abertas as inscrições para os interessados em participar da 7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APLs). O evento é uma ação do Grupo de Trabalho Permanente de apoio aos APLs, composto por representantes do Governo Federal e de instituições privadas, sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O tema desta edição da Conferência, que será realizada de 9 a 10 de dezembro, em Brasília, é “APLs: Dinamização das Cadeias Produtivas e Inclusão Social”. Durante os dois dias de programação, serão estimulados o desenvolvimento das empresas e empreendedores participantes.

O Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria de Políticas Culturais (SPC), é um dos principais parceiros na realização da 7º Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais. O evento terá intensa participação do MinC na programação, com palestras, oficinas, minicursos, mesas de debates, apresentação de casos de sucesso e outras atividades. Durante a conferência, também será realizado o I Encontro de Territórios Culturais do Ministério da Cultura, do qual irão participar 29 Arranjos Produtivos Locais intensivos em cultura apoiados pelo Ministério.

Arranjos produtivos

O modelo de Arranjo Produtivo Local se baseia em empresas de bens ou serviços que atuam em um mesmo território desenvolvendo atividades econômicas que se relacionam de forma cooperativa. Segundo o Banco de Dados Nacional de APLs, administrado pela Secretaria de Desenvolvimento da Produção do MDIC, o Brasil possui atualmente 677 desses arranjos em 2.175 municípios, com atividades em 59 setores da economia.

O MinC  faz parte do grupo de trabalho que envolve 33 instituições para dar suporte a esses grupos produtivos. Fazem parte 33 instituições, dentre elas os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Ciência, Tecnologia e Inovação; do Desenvolvimento Agrário; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; da Educação; da Integração Nacional; do Meio Ambiente; de Minas e Energia; de Planejamento, Orçamento e Gestão; da Saúde e do Turismo.

O Ministério da Cultura apoia 29 APLs nos segmentos de Artes e Espetáculos; Artesanato; Design, Audiovisual e Games; Turismo Cultural; e Moda e Confecção. Além desses, existem dois projetos que caminham para se tornarem Arranjos Produtivos Locais.

Fonte: Ministério da Cultura